Arábia Saudita crucifica homem acusado de esfaquear mulher

A Arábia Saudita executou e crucificou nesta quarta-feira (08) Elias Jamaleddeen, de Mianmar, que invadiu a casa de uma mulher e a esfaqueou até a morte. As informações são do “Daily Mail.”

Segundo a agência de notícias Saudi Press, sua condenação foi confirmada pelos tribunais e sua execução foi endossada pelo rei Salman, diz o Terra.

Nos primeiros quatro meses deste ano, a Arábia Saudita executou 48 pessoas, das quais metade foram condenadas por crimes não-violentos relacionados a drogas, segundo a ONG Human Rights Watch. Apesar de ser um dos países com mais execuções no mundo, são raras as crucificações.

08/08/2018

(Visited 3 times, 1 visits today)