Caso Davi Hora: acusado de matar estudante vai a júri nesta segunda (24)

O réu Rodolfo Câmara Amaral Calheiros, acusado de assassinar o estudante Davi Hora Barros Omena após uma festa, em 2005, vai a júri na próxima segunda-feira (24), às 9h, no Fórum de São Miguel dos Campos. A sessão será conduzida pelo juiz Helestron Silva da Costa, titular da 4ª Vara Criminal da Comarca.

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas, o réu, a vítima e mais dois jovens foram a uma festa de São João no município. Segundo depoimentos, Davi Hora e os dois jovens tentaram convencer Rodolfo, que estava embriagado, a não dirigir para Maceió.

O réu se recusou, dizendo “Eu vim dirigindo, vou voltar dirigindo”. Davi teria, então, dito: “Se ele me matar, eu volto para pegar ele”. Rodolfo teria replicado: “Tu mata ninguém, gordinho”. Nesse momento, ele sacou uma arma e efetuou um disparo contra Davi, segundo o MP/AL.

Rodolfo foi levado a júri popular, em maio de 2014, sendo absolvido. Na ocasião, ele negou a prática do crime e disse que o disparo foi acidental. Em dezembro daquele ano, no entanto, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça anulou o julgamento. Os desembargadores entenderam que a conclusão dos jurados foi manifestamente contrária às provas do processo.

Ascom – 21/09/2018

(Visited 2 times, 1 visits today)