Sesau apoia projeto de recuperação de nascentes em municípios alagoanos

Tendo como norte os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – coleção de 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) firmou uma cooperação técnica para recuperar nascentes de água assoreadas ou degradadas em cinco municípios alagoanos. O convênio foi firmado com o projeto Renascendo, que faz parte do Programa Petrobras Socioambiental.

O trabalho de recuperação de nascentes está sendo realizado em Mata Grande, Canapi, Inhapi, Água Branca e Pariconha. Por meio da iniciativa, os moradores de diversas comunidades sertanejas têm a oportunidade de utilizar água tratada, isenta de bactérias, a exemplo dos coliformes fecais.

“A Petrobras, que é a financiadora do projeto, exigiu que o Renascendo fizesse o tratamento da água durante todo o processo de trabalho. A equipe está protegendo todas as nascentes desses municípios, para que a população tenha acesso a água potável”, salientou a gerente de vigilância em saúde ambiental, Elizabeth Rocha.

O método consiste em limpar o entorno da nascente manualmente, colocando-se pedras e, em seguida, instalando-se canos. A cabeceira é vedada com uma mistura feita de solo, cimento e água. As pedras têm a função de filtrar a água. Os canos, de várias espessuras, servem para permitir o escoamento. Em seguida, é feito o plantio de vegetação ciliar nativa, num raio de 50 metros em torno da nascente. A partir disso, o ponto é isolado para evitar a contaminação por produtos orgânicos ou animais.

De acordo com ela, é necessário considerar que a água potável é essencial para as diferentes formas de vida, inclusive para os moradores de municípios distantes da capital. “Nesse sentido, mais do que qualquer outra categoria, a água potável vinda das nascentes adquire um caráter de extrema importância, pois garante a qualidade de vida das famílias, já que um percentual elevado desses moradores reside no meio rural”, destacou Elizabeth Rocha.

Ascom – 27/03/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)